Pintura

"Dentre as formas de se expressar, das mais antigas é a pintura, das cavernas às telas, do corpo às superfícies."

A pintura sempre foi parte de mim. Filho de artesã pintora, desde cedo estive cercado de cores e possibilidades. Decidi por me tornar bacharel em Pintura para confrontar e me desafiar constantemente, pois pintar é constantemente lidar com meus erros e torná-los acertos, não, não existem “happy accidents”, e sim, um constante movimento para se reconstruir, se auto perceber.

Meu processo em pictórico parte do Experimentalismo, da Psicodelia e do Design. A mistura de técnicas e a forma de se narrar uma história por entre cores são constantes na minha pintura.

Em 2017 participei da FLAC Feira livre de Arte Contemporânea,  em que além de expor meu trabalho, tive uma obra (Ensaio Sobre a Liberdade 1) leiloada durante a feira.

Minha primeira grande exposição individual Acerca da Ciclicidade em 2018, contando com a curadoria de Moara Pacheco, continha uma seleção considerável de meus trabalhos em pintura.